Balanço Geral DF Restos mortais de Lázaro não foram violados, diz polícia

Restos mortais de Lázaro não foram violados, diz polícia

Corporação informou que a sepultura do criminoso passou por perícia nessa quarta-feira (15); caixão está intacto

A Polícia Civil de Goiás investiga a violação nesta quarta-feira (15) do túmulo do criminoso Lázaro Barbosa de Sousa, capturado após 20 dias de fuga e morto em seguida, em 28 de junho de 2021. Ele ficou conhecido como "serial killer do Distrito Federal" e "maníaco do Centro-Oeste" após ser acusado de pelo menos oito assassinatos e diversos outros crimes.

Últimas