Brasília Ibaneis promete regularizar 50% dos condomínios do DF até 2022

Ibaneis promete regularizar 50% dos condomínios do DF até 2022

Governador assinou termo de compromisso para liberar escrituras do Privê I, do Lago Norte, nesta terça-feira (23) 

  • Brasília | Jéssica Moura, do R7, em Brasília

Regularização do condomínio Privé I afeta 700 moradores

Regularização do condomínio Privé I afeta 700 moradores

Jéssica Moura/R7

Na manhã desta terça-feira (23), o governador Ibaneis Rocha participou da cerimônia de assinatura do termo de compromisso que regulariza o condomínio Privê I, no Lago Norte. A medida traz segurança jurídica para o processo e beneficia cerca de 700 moradores, que esperam pela regularização há 20 anos.

"A assinatura desse documento abre as portas para que tenhamos a regularização. Vamos parar de tratar moradores de condomínio como invasores", afirmou Ibaneis. Na hora de assinar as três vias do documento, a caneta chegou a falhar, e foi substituída.

A ação precede a venda direta dos 174 lotes da etapa 3. O termo de compromisso é uma forma de agilizar as escrituras em uma modalidade alternativa de regularização, em que o condomínio fica responsável pela elaboração e execução do projeto de infraestrutura.

Uma das moradoras beneficiadas foi a deputada federal Celina Leão, aliada do governo e que acompanha as agendas de Ibaneis no DF. "Não imaginava que viria na porta da minha casa. Moro aqui com meus filhos há mais de 15 anos e já fui recebida com um trator na porta da minha casa. Finalmente vamos ter a dignidade de ter nossa escritura em mãos", frisou.

Ibaneis ainda prometeu regularizar outros condomínios até o fim do atual mandato, em 2022. "Até o final deste governo, pelo menos 50% dos condomínios do DF serão regularizados. A gente deixa um legado para a população, ensinar como se regulariza. Vamos ensinar o caminho dando segurança às pessoas. Trazer tranquilidade às famílias, nada de sobressaltos, nada de trator na porta dos condomínios."

Pandemia

Ainda durante o evento, Ibaneis reforçou que as festas de fim de ano vão ocorrer no DF. "Estamos com edital aberto [para festas] em cinco regiões do DF e o palco na Esplanada dos Ministérios", disse. "Estamos com a conversa bem avançada para entrar no ano de 2022 com a população alegre, alto-astral."

Quanto ao Carnaval, o governo não tem uma definição, mas realiza estudos para promover a festa. "Acho que é possível, sim. Existe anseio de toda a comunidade que vive em torno do Carnaval", pontuou o governador.

"Estamos com os índices [de contágio da Covid-19] caindo. A vacinação não é como eu gostaria, mas estamos avançando para que a gente possa atingir um número que nos dê segurança para fazer essas festas."

Ibaneis ressaltou que a Secretaria de Saúde deve seguir com ações de busca ativa da população para ampliar a imunização.

Últimas