Boletim JR 24H CGU determina que ex-ministro Weintraub seja demitido da Unifesp 

CGU determina que ex-ministro Weintraub seja demitido da Unifesp 

Chefe da pasta da Educação no governo Bolsonaro já havia tido o salário suspenso de forma preventiva por excesso de faltas

A Controladoria-Geral da União determinou que o ex-ministro da educação Abraham Weintraub seja demitido do cargo de professor da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp), por excesso de faltas. Ele já havia tido o salário suspenso de forma preventiva em abril do ano passado, devido a uma investigação interna que apurava as faltas injustificadas. Na época, o ex-ministro e a mulher já moravam nos Estados Unidos.

Últimas