Boletim JR 24H Supremo prorroga inquérito que mira big techs sobre campanha contra a lei das fake news

Supremo prorroga inquérito que mira big techs sobre campanha contra a lei das fake news

Veja também: Senado deve instalar CPI para investigar ações da Braskem em Maceió (AL)

O inquérito que apura a conduta das plataformas Google e Telegram em uma campanha contra o projeto de lei das fake news foi prorrogado. A decisão do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal, atende a um pedido da Procuradoria-Geral da República. Em nota, o Google afirmou que jamais realizou campanha difamatória contra a proposta e que não é contrario à criação de leis de regulamentação na internet. Veja também nesta edição do Boletim JR 24 Horas: Senado deve instalar CPI para investigar ações da Braskem em Maceió (AL).

Últimas